28 de novembro de 2018

Para cada ação, uma reação: como o iPad transforma o aprendizado

O que é um pontinho luminoso no meio da sala de aula? Resposta: uma porta para outra dimensão educacional, em que as possibilidades são virtualmente infinitas. É assim que o iPad, pareado a um projeto pedagógico moderno, transforma a experiência de aprendizado. Exemplo disso é o que ocorre no Colégio Friburgo, de São Paulo/SP.

Fundada em 1958, a instituição tem hoje mais de 700 alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio. Ao longo de sua história, fundiu-se com a Escola Planalto; incorporou o Instituto Educacional Jean Piaget, mantenedor da Escola de Educação Infantil Casinha Pequenina; e inaugurou a escola bilíngue Maple Bear. Além dessa vasta estrutura, o educandário cultiva valores como responsabilidade e inclusão social, preservação ambiental e formação integral dos estudantes.

Abordagem integrada para uso do iPad

“É importante que os alunos aprendam a empregar as soluções tecnológicas de forma a agregar conhecimento e prazer nos estudos”. A análise é da diretora pedagógica do Ensino Fundamental I do Colégio Friburgo, Hélida Pereira do Rêgo Felgueiras. Apostando na inovação, o educandário passou a contar com a parceira da iPlace Educacional para capacitar seus professores. Tudo para dar o melhor uso a ferramentas que já estavam disponíveis, porém subutilizadas até então. Em especial, o iPad.

Como frequentemente acontece, o colégio adotou o iPad num contrato de sistema de ensino, obtendo lote inicial de 100 dispositivos. No entanto, os aparelhos acabaram tendo uso restrito até 2017. “No semestre passado, buscamos consultoria para mudar essa situação”, relata Hélida. “O primeiro passo é capacitar nossa equipe pedagógica para iniciar o projeto que dará vida a esses equipamentos”, acrescenta.

Na formação, a equipe aprende a trabalhar o pensamento computacional dos estudantes e, assim, garantir o devido significado do uso das tecnologias. Com a especialização e multiplicação do conhecimento entre os professores, começa-se a empregar o iPad no programa Everyone Can Code. “Trabalhar com o pensamento computacional oferece ao aluno oportunidade de pensar o processo como um todo”, esclarece a diretora pedagógica. “E assim constatar que, para cada ação, há uma reação”, complementa Hélida Felgueiras. Para ela, a prática oportuniza ainda que a criança crie estratégias, pense e reflita sobre o seu fazer. Dessa forma, além de dar uso a ferramentas preexistentes, o colégio pode agregar inovação e buscar melhores resultados no aprendizado.

Quer saber tudo que o iPad e o ecossistema Apple podem fazer por sua instituição de ensino? Contate agora mesmo um especialista da iPlace Educacional pelo fone 4020.7900 ou e-mail contato@iplace-educacional.com.br.

Foto: Apple | Divulgação

Download (PDF)