19 de junho de 2019

Swift Playgrounds: aprender a programar é uma festa no iPad

Aprender a ler e a escrever não faz de todas as pessoas escritoras profissionais. Por outro lado, assegura as oportunidades necessárias para que possam adquirir conhecimento sobre tudo. Da mesma forma, nos dias de hoje, ensinar a programar significa empoderar os estudantes para que possam desenvolver inúmeras habilidades. Do trabalho colaborativo ao pensamento crítico e à argumentação sistemática.

Todos esses elementos fazem parte das novas diretrizes incentivadas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Ao mesmo tempo, já estão presentes em diversas salas de aula de escolas brasileiras que adotaram o Everyone Can Code. Afinal, ferramentas e dispositivos Apple são os melhores aliados da educação, especialmente para tornar o aprendizado mais divertido e interativo. E é justamente o que acontece quando um professor combina o iPad ao Swift Playgrounds, por exemplo. Gratuito na App Store, o aplicativo não exige nenhum conhecimento prévio de programação. Por isso, é ideal para alunos iniciantes – “dos 12 aos 112 anos”.

Programar ajuda a enriquecer o currículo

 

Unindo o iPad ao Swift Playgrounds, é possível fazer da programação algo tão simples quanto uma brincadeira. Tudo porque o app oferece desde noções básicas, por meio de quebra-cabeças, até conteúdos mais avançados, elaborados pela Apple e outros grandes desenvolvedores. A partir do glossário, dá acesso a uma lista abrangente de termos comuns e permite tocar numa palavra para obter ajuda adicional. Por falar nisso, seu código tem controle direto sobre o hardware do iPad: giroscópio, acelerômetro, câmera e eventos de toque. Ou seja, foi criado para tirar o máximo proveito do iPad e do Software Development Kit do iOS. Dessa forma, permite aos usuários escrever programas inteiros com apenas alguns toques e sem usar o teclado. Basta arrastar uma chave com o dedo para inserir um bloco de código num loop ou instrução condicional.

Na tela do iPad, abre-se um lindo mundo interativo 3D – que pode ser girado e ampliado com os dedos. Além disso, os estudantes podem escolher entre três personagens animados que os guiarão para cumprir as etapas da programação. Seus desafios encorajam o experimento e a criatividade ao lidar com lógica de jogos, música e vários outros temas. Toda a programação também pode ser acompanhada de forma instantânea. Assim, permite ao aluno visualizar o passo a passo do código criado, com cada linha destacada conforme ela é executada. O mais legal é que cada conceito e habilidade aprendidos podem ser aplicados diretamente ao criar apps de verdade. Afinal, a linguagem Swift é a própria linguagem da Apple, utilizada pelos melhores desenvolvedores. Aliás, as criações podem ser compartilhadas com amigos e familiares via Mensagens, Mail, AirDrop ou outras extensões. E isso é apenas o começo. Afinal, o melhor modo de aprender é dentro de um contexto motivador e repleto de significados.

Foto: Apple/Divulgação

Download (PDF)