20 de fevereiro de 2020

Cinema: 6 filmes educativos para gerar debates em aula

Quem trabalha com educação sabe que diversificar as maneiras de apresentar o conteúdo é um ótimo jeito de impulsionar o aprendizado. Para isso, portanto, vale lançar mão dos mais variados recursos. Através do iPad, por exemplo, é possível explorar plataformas que incentivam a leitura e o ensino de idiomas de maneira divertida. Outro velho conhecido e grande aliado dos professores nessa tarefa é o cinema. Afinal, filmes educativos conseguem transmitir conteúdos aos alunos ao mesmo tempo em que os entretêm. Pensando nisso, a iPlace Educacional traz hoje seis dicas de longas que podem ser usados em aulas de diferentes disciplinas. Confira!

 

Português e Literatura: Narradores de Javé (2004)

 

Produção brasileira, o filme se passa em Javé, um distante vilarejo do interior baiano. Certo dia, os moradores locais descobrem que a cidadezinha está prestes a ser destruída pela construção de uma hidrelétrica. Então decidem escrever um livro para documentar a existência do vilarejo e, assim, sensibilizar as autoridades. A tarefa fica sob responsabilidade do carteiro local, único habitante que sabe escrever. Com esse enredo, o filme pode ser usado em conteúdos sobre a importância da palavra escrita e dos diferentes tipos de narrativa.

 

Geografia: Parasita (2019)

 

Vencedor do Oscar em 2020, Parasita a princípio não se parece em nada com os filmes educativos tradicionais. No entanto, pode ser uma ótima ferramenta para discutir geografia humana e desigualdade social no ensino médio. A produção sul-coreana narra o “choque” entre duas famílias de classes sociais opostas que vivem em Seul. Os Kim são pobres e moram num porão escuro. Já os Park residem numa mansão, com todo o conforto e luxo que o dinheiro pode proporcionar. Ao longo do filme, a família Kim vai aplicando pequenos golpes para conseguir vagas de emprego na casa dos Park. Porém, as consequências disso saem do controle.

 

Biologia: Osmose Jones (2001)

 

Uma verdadeira aula sobre o sistema imunológico, esta animação acompanha a jornada de um glóbulo branco chamado Osmose Jones. No universo fantástico do filme, Osmose é um policial que vive no corpo de Frank, homem com hábitos nada saudáveis. Ao comer um ovo que caiu no chão, Frank acaba sendo infectado pelo vírus Thrax, o vilão da história. Osmose, então, é encarregado de resolver o caso e combater a infecção com a ajuda da pílula Drix. A animação é uma ótima ferramenta para fixar, de forma lúdica, os conteúdos aprendidos nas aulas sobre o corpo humano.

 

Física: Interestelar (2014)

 

Nada como uma boa ficção científica para atiçar nossa curiosidade sobre os mistérios do universo, não é mesmo? Interestelar não só faz isso, como ainda utiliza conceitos da astrofísica com embasamento científico para desenvolver a trama. No filme, um grupo de astronautas recebe a missão de encontrar um planeta que possa receber a população da Terra. Para tanto, precisa atravessar um buraco de minhoca, espécie de “atalho” no universo que permite o acesso a outras galáxias. O volume de informações científicas complexas trazidas no filme com certeza rende muito conteúdo para as aulas de Física.

 

Matemática: Uma Mente Brilhante (2002)

 

Uma Mente Brilhante conta a história de John Nash, importante matemático norte-americano que teve uma vida bastante conturbada. Tido como gênio desde muito cedo, ele foi desenvolvendo comportamentos antissociais na juventude, até ser diagnosticado com esquizofrenia. Com o passar do tempo, conseguiu se recuperar e, aos 66 anos, ganhou o Prêmio Nobel de Matemática. Seu trabalho mais conhecido envolveu a Teoria dos Jogos, hoje utilizada nas áreas de Ciências Políticas, Economia e Tecnologia da Informação.

 

História: Jojo Rabbit (2019)

 

A Segunda Guerra Mundial já foi retratada em inúmeros filmes educativos. Mas nunca do ponto de vista de uma criança alemã seduzida pela propaganda nazista. Esse é o grande diferencial de Jojo Rabbit. A comédia dramática acompanha um menino integrante da Juventude Hitlerista que, inclusive, tem o próprio Hitler como amigo imaginário. Obcecado pela caça aos judeus, o garoto entra em conflito interno quando descobre que sua mãe esconde uma jovem judia em casa. Além de abordar o contexto da guerra, o filme ainda traz temas importantes à tona, como tolerância, respeito e empatia.

 

Foto: iStock/Jag_cz

Download (PDF)