20 de agosto de 2020

5 dicas para orientar os alunos sobre como estudar em casa

Com as aulas suspensas desde março em grande parte do país, as escolas estão entre as instituições mais afetadas pela pandemia. Afinal, a maioria delas precisou montar às pressas um plano emergencial de ensino a distância no início da quarentena. Agora, já passados alguns meses, os sistemas de educação online estão operantes, mas revela-se um novo desafio. Não basta disponibilizar uma plataforma de aulas remotas: é preciso também ensinar aos alunos como estudar a distância.

Isso porque, em casa, os estudantes possuem agora uma rotina completamente diferente da usual. Não há a ida diária à escola, nem o contato direto com colegas, professores e materiais didáticos. Ao mesmo tempo, sobram distrações, como TV, jogos ou a própria interação com a família.

Assim, torna-se essencial que educadores ofereçam não apenas o conteúdo das aulas, mas o suporte para criação da nova rotina. Pensando nisso, a iPlace Educacional traz hoje um pequeno guia de como professores podem estimular seus alunos nesse sentido.

Como estudar em casa: 5 dicas para orientar os alunos

1. Proponha a criação de um ambiente de estudo

Na escola, a sala de aula é um ambiente dedicado ao aprendizado. Assim, o ideal é que o aluno também possua em casa um espaço exclusivo para os estudos. Ou seja, um lugar que não seja utilizado pelo estudante para outras atividades durante o resto do dia. Esse ambiente deve, de preferência, ser bem iluminado, silencioso e sem distrações.

2. Mostre a importância da rotina

Mesmo estando em casa, o recomendado é que os alunos mantenham os horários que teriam se estivessem na escola. Ou seja: se as aulas eram de manhã, é nesse turno que devem ser concentrados os estudos. Assim, é importante que haja disciplina no cumprimento dos horários. Para ajudar nessa tarefa, o professor pode usar sua própria rotina como exemplo.

3. Comunique-se com as famílias

Para que ambas as recomendações acima funcionem bem, será obviamente necessário o envolvimento da família. Afinal, é difícil que os alunos entendam como estudar se tiverem de criar ambientes e rotinas por conta própria. Dessa forma, procure manter um canal de diálogo aberto com os pais ou responsáveis. Isso serve tanto para comunicar orientações quanto para responder eventuais dúvidas que a família possa ter.

4. Proporcione diferentes formas de estudo

Embora a quarentena imponha muitos desafios à educação, também oferece algumas oportunidades. Uma delas é a possibilidade de o aluno explorar individualmente diferentes formas de estudar e descobrir qual funciona melhor. Portanto, o professor pode propor um exercício simples para ajudar nessa tarefa. Basta pedir aos alunos que expliquem brevemente um mesmo assunto de três formas distintas: mapa conceitual, áudio e relato escrito. Depois, avalia-se com qual método cada aluno se saiu melhor e se sentiu mais confortável. Se o estudante preferir o mapa conceitual, significa quem tem mais facilidade de estudo por recursos visuais. Se preferir o áudio, explicações orais funcionarão melhor para ele. E se escolher o relato escrito, então a leitura de textos será a forma de estudo mais adequada.

5. Estimule o uso de ferramentas digitais

Como estudar a distância demanda, evidentemente, recursos digitais, este pode ser o momento de aprofundar o uso dessas ferramentas. Especialmente se o aluno tiver à disposição em casa um iPad. Afinal, o dispositivo da Apple é o maior aliado da educação, tanto em sala de aula quanto no ensino online. Isso porque o iPad é a principal plataforma para jogos educativos e apps de aulas a distância, como o Educreations. Logo, consegue propiciar uma interação mais dinâmica e criativa entre o aluno e o conteúdo de aula.

O iPad também é uma ótima ferramenta de trabalho para os professores. Entre suas vantagens, facilita a implementação das diretrizes da BNCC e a produção e publicação de aulas online. Quer conhecer mais sobre o iPad e outras soluções tecnológicas para o ensino? Então contate agora mesmo a iPlace Educacional para conversar com um de nossos especialistas!

Foto: iStock/FlamingoImages

Download (PDF)